A Palavra de Deus Revelada ao homem.

A queda de Satanás.

A queda de Satanás.

             batalha espiritual

    

                     O capítulo 10 do Evangelho de Lucas, nos traz um relato de Jesus, enviando  70 de seus  discípulos para uma cruzada evangelística pelas cidades que haveriam de passar.Dentre as instruções estava: tomar cuidado com a  rejeição que certamente teriam , pois estariam se opondo  à satanás , divulgando  o Reino dos Céus.Certamente que aquele que até ali estava reinando, se oporia ao novo Rei e a seus súditos.  Lc 10.3 Ide; eis que vos envio como cordeiros ao meio de lobos.

 

                     Tinham ordem e autoridade para curar todas as enfermidades.A principal mensagem era : é chegado o reino de Deus . Lc 10. 9 Curai os enfermos que nela houver, e dize-lhes: É chegado a vós o reino de Deus.

                     Certamente, o Reino de Deus estava sendo instaurado em oposição ao reino do diabo. Os enviados de Cristo eram como expedicionários que entravam em um território para tomá-lo. É natural que o reino das trevas iria se opor aos emissários de Jesus.Nenhum reino se deixa invadir assim, sem resistir.

 

                   Quando um reino é invadido por outro a resistência é natural, mas a vitória é do Reino mais forte.

                    Ao regressarem, os 70 tinham uma alegria no rosto, pela vitória na sua missão. Primeiro pelas curas, mas as curas não eram algo novo, visto que muitos profetas do Antigo Testamento as realizaram , até ressurreição dos mortos. A grande novidade foi: “Lc 10. 17 Voltaram depois os setenta com alegria, dizendo: Senhor, em teu nome, até os demônios se nos submetem”. Além  das curas, dos milagres, os 70 se alegraram, pois “até” os demônios se submeteram a autoridade do nome de Jesus. Houve uma resistência do príncipe das trevas, mas os soldados de Cristo obtiveram vitória.

 

                    Então Cristo ao ouvir isto, se lembra de quando no céu houve uma revolta semelhante a esta. Satanás e seus anjos se rebelaram contra Deus, e Jesus estava lá muito antes de criação do mundo e acompanhou esta batalha no céu. “Lc 10.18 Respondeu-lhes ele: Eu via Satanás, como raio, cair do céu”.

 

                    Ao dizer que via satanás cair do céu, Jesus se refere à algo que ele mesmo contou ao apóstolo João.  Ap 12. 7 a 9 “Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam,mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele”.A guerra de satanás contra Deus resultou na sua queda para a terra.Jesus exclamou sobre a queda de satanás como um raio ,pois estava acontecendo de novo.

 

                  Desde este remoto dia, citado por Cristo, satanás e seus demônios, sem lugar diante de Deus, fizeram da terra seu reino particular, desde a queda de Adão, o homem estava tropeçando nas obras do diabo. “Ap 12. 4 a sua cauda levava após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que estava para dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe devorasse o filho”A terça parte das estrelas, dá uma idéia de número de anjos caídos que estão na terra deste esta batalha nos primórdios do universo.

 

                  Cristo tinha visto a derrota do diabo perante Deus, lá na gloria e agora ao ver seus discípulos novamente vencendo o diabo, se alegrou e não pôde deixar de lembrar-se da primeira guerra. Mas cristo, que acompanhou a história da humanidade sabia que até aquele dia, nenhum homem teve poder sobre os demônios.Nem  Reis como  Davi que foi  um grande adorador deixou de ser  enganado pelo diabo, nem profetas como Elias, poderoso em obras, mas  que foi afugentado pela Jesabel  , “Lc  10. 24 Pois vos digo que muitos profetas e reis desejaram ver o que vós vedes, e não o viram; e ouvir o que ouvis, e não o ouviram”.

                     Jesus revela que a alegria dos discípulos era justa, pois reis e profetas, apesar de terem vivido grandes experiências diante de Deus, morreram sem ver o dia em o reino do pecado seria subjugado pelo Reino de Deus.Davi cantou sobre este dia, os profetas profetizaram sobre este dia , mas morreram ser ver a queda de satanás, da terra para o inferno.

 

                    Então Jesus revela: “Lc 10. 19 Eis que vos dei autoridade para pisar serpentes e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; e nada vos fará dano algum”.Jesus, havia dado poder para os discípulos finalmente pisar as serpentes e escorpiões e todo poder do maligno, sem sofrer  dano.Era a maior demonstração de poder já realizada por um mortal.Finalmente, o diabo tinha que se dobrar para a criatura de Deus.Por milênios, o diabo escravizou o homem, imagem do Deus,  que ele não pode escravizar, era uma maneira de o adversário  atacar a Deus, atacando a sua criatura mais querida.E  agora finalmente, o homem, imagem de Cristo, estava subjugando o diabo, estava chegando o Reino de Deus, aquele Deus que vencera o diabo muitos anos atrás, tinha agora dado o mesmo poder do alto, para novamente subjugar o maligno.

                       “e nada vos fará dano algum” Até então muitos danos o diabo tinha causado à humanidade, mas como Jesus explica em outra passagem, tinha chegado o mais valente que o valente.

                       Jesus explica com detalhes a invasão do reino do diabo. “Mt 12.25 Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá”.Normalmente pode haver dois tipos de guerra:uma guerra civil interna em um país , como um golpe de estado, ou uma guerra entre reinos diferentes, onde um reino tenta invadir outro.

 

                     Primeiro:não era uma divisão do reino do diabo, mas sim a chegada de um novo reino.Os fariseus achavam que estava havendo uma divisão do reino de satanás, pois até este dia ninguém se tinha se oposto a este reino.“Mt 12.26 Ora, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seus reino?”

                        Este versículo resume tudo. “Mt 12.28 Mas, se é pelo Espírito de Deus que eu expulso os demônios, logo é chegado a vós o reino de Deus”.O Espírito de Deus estava lutando contra os demônios, logo, um novo reino , o Reino de Deus estava chegando.

 

                       Jesus é mais forte que todas as forças do inimigo e por isto pode amarrar o inimigo, e lhe tomar de volta tudo que foi roubado. “Mt 12.29 Ou, como pode alguém entrar na casa do valente, e roubar-lhe os bens, se primeiro não amarrar o valente? e então lhe saquear a casa”.

 

                    Certo dia Jesus foi expulsar um demônio e ele disse: “Mt 8. 28-29 Tendo ele chegado ao outro lado, à terra dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram que ninguém podia passar por aquele caminho. E eis que gritaram, dizendo: Que temos nós contigo, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo”? Ao verem Jesus, lembraram dele como o conheciam no céu, antes da queda, como filho de Deus e cobraram se Cristo já viera para lançar todos os demônios no lago de fogo, como está escrito. “Ap 20. 10 e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos”.

 

                   Mas o endemoninhado estava enganado, por hora, Jesus apenas estava dando da sua autoridade para o homem.

                Desde a vinda de Cristo que o Reino de Deus foi instaurado e cada novo súdito deste Reino recebe o poder e autoridade do Rei. “1Cr 4.20 Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder”. Poder para curar, para profetizar, fazer recuar o exército inimigo, levar a autoridade do Reino cada dia mais longe e fazer cada vez mais súditos. Invadir cada dia mais o território do adversário e cravar a bandeira da paz.

 

                Mas temos de ter o foco no diabo, sempre lembrado que uma alma usada pelo inimigo é uma alma que precisa de ajuda. Nunca podemos descarregar nossa “artilharia espiritual” no próximo. Sabemos que há uma batalha espiritual travada entre o Espírito Santo e o espírito do príncipe deste século. “Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim; João 14:30” .

 

                  A luta é nossa! “Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:12” .

 

                 Lutamos no jejum, na oração, na leitura da palavra com toda a armadura de Deus. “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Efésios 6:11” .

 

                 Somos soldados de Jesus Cristo. “Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. 2 Timóteo 2:3”.

 

                 Fomos alistados para a guerra! “Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. 2 Timóteo 2:4”

 

               Porém, temos uma recomendação de Cristo. “Lc 10. 20 Contudo, não vos alegreis porque se vos submetem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus”. A maior dádiva que Cristo nos deixou com seu sacrifício, foi a salvação, a inclusão de cada novo súdito no livro da vida. Por Jesus, entendemos que o poder nos foi dado, mas que a salvação  é a dádiva suprema dada por Cristo pela fé a cada homem.

 

               Que Deus te revista de autoridade, para lutar esta luta e por fim alcançar a salvação!!!

                                                                   Pb Nelson Quadros                         07/2011.