A Palavra de Deus Revelada ao homem.

A volta do Senhor Jesus!!!

A volta do Senhor Jesus!!!

                            Volta de Jesus

 

                             “E serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei voltar os vossos cativos e congregar-vos-ei de todas as nações, e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o SENHOR, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei.Jeremias 29:14

 

                        Logo após a libertação da nação de Israel da terra  do Egito, Deus reúne o povo através de Moisés, e lhe comunica uma série de ordenanças, estatutos e juízos para serem obedecidos e através da obediência os  israelitas seriam uma nação modelo para o mundo. Seriam prósperos e teriam paz apenas sendo obedientes à voz de Deus.

 

                       Mas neste mesmo momento, Deus relata os fatos que aconteceriam com a nação de Israel se os israelitas fossem  rebeldes á voz de Deus. Entre vários infortúnios que são relatados em Deuteronômio 28, destaquei apenas a parte em que relata o fato de eles serem tirados de sua terra e espalhados entre as nações, e ainda onde estivessem pelo mundo, mesmo  lá seriam perseguidos. “ E o SENHOR vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra; e ali servireis a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais; ao pau e à pedra.E nem ainda entre estas nações descansarás, nem a planta de teu pé terá repouso; porquanto o SENHOR ali te dará coração agitado, e desfalecimento de olhos, e desmaio da alma.E a tua vida, como em suspenso, estará diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não crerás na tua própria vida. Deuteronômio 28:64-66

 

                     Nunca foi a vontade de Deus que Israel fosse destruído e que seu povo fosse levado cativo, mas vejamos o que aconteceu.

                     Israel se torna rebelde e Deus tem que ser fiel a sua palavra, e executa a sua justiça, conforme tinha combinado com seu povo pela boca de Moisés. De acordo com a Bíblia, a Diáspora (dispesão) é fruto da idolatria e rebeldia do povo de Israel e Judá para com Deus, o que fez com que este os tirasse da terra que lhes prometera e os dispersasse pelo mundo até que o povo de Israel retornasse para a obediência a Deus, onde seriam restaurados como uma nação soberana e senhora no mundo.

 

                    A primeira dispersão dos judeus acorre nos tempos do Império Babilônico e foi profetizado pela boca dos profetas que Deus começaria a cobrar de seu povo a devida obediência. “ Eis que trarei sobre vós uma nação de longe, ó casa de Israel, diz o SENHOR; é uma nação robusta, é uma nação antiqüíssima, uma nação cuja língua ignorarás, e não entenderás o que ela falar.Jeremias 5:15

                     Geralmente se atribui o início da primeira diáspora judaica ao ano de 586 a.C., quando Nabucodonosor II , imperador babilônico, invadiu o Reino de Judá, destruindo a Jerusalém, e o Templo.

                           Depois de 70 anos de cativeiro babilônico, parte do povo volta para Israel e  levanta a nação que por um tempo se torna fiel. Uma parte do povo fica na babilônia e forma uma  comunidade judaica  que  perdurou solidamente através da história, influenciando o judaísmo mundial.

                           Enquanto isso em Jerusalém  o povo volta a esfriar  e nos tempos de Jesus já estão decaídos de sua fidelidade  então é profetizado a segunda diáspora judaica, agora por Jesus. “E, respondendo Jesus, disse-lhe: Vês estes grandes edifícios? Não ficará pedra sobre pedra que não seja derrubada.Marcos 13:2

 

                            A Segunda Diáspora aconteceu  anos depois, no ano 70 d.C, mais de 600 anos após a primeira diáspora. Os romanos destruíram Jerusalém, e isso acarretou uma nova diáspora, fazendo os judeus irem para outros países da Ásia Menor, África ou sul da Europa. 

                            O castigo pela desobediência dito aos judeus era ser espalhado entre as nações e mesmo lá serem perseguidos a ponto de verem suas vidas se esvaindo e isto acontece durante  mais de 1.800 anos de  diáspora e culmina com o holocausto da segunda guerra em 1945.Estima-se que 6 milhões de judeus foram exterminados nos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial.

                                  Agora imagine uma nação pequena como Israel, diante de grandes impérios mundiais, como o Império Babilônico, o Grego de Alexandre ou mesmo Roma com césares, diante destes reinos gigantes vemos uma pequena nação ser dominada e tirada de suas terras e diluída entre as nações por mais de 1.800 anos e a contar da primeira diáspora temos mais de 2500 anos de peregrinação dos judeus pelo mundo.

                           Qualquer outra civilização teria se extinguido diante de tantos percalços inclusive com um ódio mundial  das noções  sobre este povo.O primeiro versículo que separei foi “E serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei voltar os vossos cativos e congregar-vos-ei de todas as nações, e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o SENHOR, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei.Jeremias 29:14

                             Deus pelo mesmo profeta que profetizou a  queda de Jerusalém no ano 586 a.C. também profetizou que um dia Deus tornaria a trazer o seu povo de todas as nações por onde andavam e os colocaria de novo na sua terra pois Deus é fiel e cumpre o que fala tanto em juízo como em justiça.

                               Também profetizou Neemias  cerca de 423 aC “E vós vos convertereis a mim, e guardareis os meus mandamentos, e os cumprireis; então, ainda que os vossos rejeitados estejam na extremidade do céu, de lá os ajuntarei e os trarei ao lugar que tenho escolhido para ali fazer habitar o meu nome.Neemias 1:9” Esta promessa é poderosa  somente os Judeus mais fiéis poderiam esperar tal ato maravilhoso de Deus.De geração a geração, dia após dia, ano após ano, século após século, milênio após milênio, os israelitas passaram sua língua sua cultura, sua fé, sua identidade, na esperança de que um dia a o Deus de Abraão retornasse a lembrar do seu povo e os restaurasse como havia prometido.

                          Durante a segunda guerra mundial. Entre 1939 e 1945, foram mortos mais de 6 milhões de Judeus, nos campos de concentração nazistas.Imagine um judeus que estivesse ensinando seu filho sobre o poderoso Deus de Abraão que iria restaurar a nação de Israel, e então ocorre a grande humilhação dos Judeus, certamente que se não fosse um povo escolhido perderia a fé.

 

                         Mas eles tinham sido avisados de tão grande terror que ocorreria . “Se eu saio ao campo, eis ali os mortos à espada, e, se entro na cidade, estão ali os debilitados pela fome; e até os profetas e os sacerdotes percorrem uma terra, que não conhecem. Jeremias 14:18” Este profeta viveu por volta do ano 627-586 a.C. e também fora usado por Deus para avisar o judeus  do seu futuro doloroso.

 

                        Porque este povo é tão odiado mundo afora? Além das profecias, temos um povo que mesmo  fora do seu país guarda a sua fé a sua tradição, o seu idioma, mesmo por onde quer ande um judeu ele não deixa de ser um judeu ele não assimila a cultura do lugar onde está pois certamente ele tem no seu coração a certeza que um dia Deus vai restituir a nação de Israel ,se não for no seu tempo será para seus filhos.Isto irrita os  habitantes dos paises para onde foram lançados, e acaba acarretando perseguição e antipatia do mundo inteiro para com os judeus, que são vistos como arrogantes e narcisistas. A principal virtude dos judeus em guardar a sua fé é também o principal motivo de sua perseguição.

 

                      A ordem de Deus para os judeus é que nunca o esquecessem , e nunca deixassem de ensinar aos seus filhos sobre a poderosa mão de Deus sobre os antepassados em Israel. “Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma, e atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam por frontais entre os vossos olhos. E ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te;E escreve-as nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas;Para que se multipliquem os vossos dias e os dias de vossos filhos na terra que o SENHOR jurou a vossos pais dar-lhes, como os dias dos céus sobre a terra. Deuteronômio 11:18-21

 

                    Outra característica que fez de Israel um povo perseguido foi a sua fertilidade abençoada por Deus, desde o tempo  da servidão do Egito e ainda hoje pois apesar de 6 milhões de mortes nos campos de concentração eles ainda entraram em grande número na sua terra quando foram restaurados . “Mas quanto mais os afligiam, tanto mais se multiplicavam, e tanto mais cresciam; de maneira que se enfadavam por causa dos filhos de Israel Êxodo 1:12”

                  

Quem acreditaria que 3 anos após o massacre  de  1945, Israel seria restaurado.

 

                  O mais improvável aconteceu, talvez muitos já não criam nos profetas talvez alguém disse “Isto são histórias de mais de 2500 anos, não vai acontecer.” O restabelecimento do Estado de Israel, o verdadeiro lar do povo judeu depois de quase 2 mil anos em decorrência de domínio estrangeiro. A diáspora terminou em 1948, com a criação do Moderno Estado de Israel.

                    Em 2010, a população de Israel foi calculada em 7,587 milhões de habitantes.Em um dos momentos mais difíceis da história de Israel, quando era menos provável , Deus os levou de volta para sua terra.

                   Deus só pôde cumprir sua palavra, porque mesmo sem território Israel sempre foi uma nação.

                  Nação, do latim natio, de natus (nascido), é a reunião de pessoas, geralmente do mesmo grupo étnico, falando o mesmo idioma e tendo os mesmos costumes, formando assim, um povo, cujos elementos componentes trazem consigo as mesmas características étnicas e se mantêm unidos pelos hábitos, tradições, religião, língua e consciência nacional.

                  Mas, a rigor, os elementos território, língua, religião, costumes e tradição, por si sós, não constituem o caráter da nação. São requisitos secundários, que se integram na sua formação. O elemento dominante, que se mostra condição subjetiva para a evidência de uma nação assenta no vínculo que une estes indivíduos, determinando entre eles a convicção de um querer viver coletivo. É, assim, a consciência de sua nacionalidade, em virtude da qual se sentem constituindo um organismo ou um agrupamento, distinto de qualquer outro, com vida própria, interesses especiais e necessidades peculiares.

 

                    Assim será com a igreja que hoje é o Israel espiritual, “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;1 Pedro 2:9”.

                         Jesus profetizou a queda de Jerusalém  dispersão da igreja primitiva .  “Quanto a estas coisas que vedes, dias virão em que não se deixará pedra sobre pedra, que não seja derrubada. Lucas 21:6

 

                         A igreja que está espalhada por todo o mundo e que sofre perseguições, mas tem uma promessa da volta de Jesus,. “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. João 14:3

 

                       E assim devemos guardar a nossa língua o nosso costume as nossas leis, para que quando Jesus voltar  para reunir a sua igreja na Nova Jerusalém estejamos prontos.  “E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. Apocalipse 21:2

                        Assim como para Israel o momento da restauração era improvável assim é para nós hoje,a volta de Jesus está para muitos desacreditada, até para nossos filhos é difícil passar a certeza da volta de Jesus.Estamos diante da degradação moral e muitos tem padecido espiritualmente, que chegamos a pensar que as promessas não irão se cumprir.

                        Mas  o mesmo Deus de Abraão é o Deus que prometeu que em breve vem buscar a sua igreja, que está dispersa em todo o mundo, e vai restituir a verdadeira nação espiritual em uma terra espiritual.Deus é fiel, assim foi com seu povo outrora e assim será para conosco.

                       Só foi possível para Deus restaurar Israel pois eles se mantiveram como uma nação,com língua  própria , o hebraico.Imagine se cada judeu tivesse esquecido das promessas de Deus e não tivesse ensinado a seus filhos a lingua hebraica, como Deus poderia reunir seu povo em um território? Seria uma grande confusão, e a maior prova da fé e obediencia de Israel foi ter guardado e passado de geração a geração a lingua mãe.

                    Qual a  língua que você  fala? “ E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Marcos 16:17

 

                   A cultura judaica, das orações dos alimentos e da  guarda de dias festivos , fez com que apesar de separados pelas fronteiras e pelo tempo os judeus fossem sempre uma nação só.Um credo, uma cultura um costume , isto tudo permitiu a eles serem agregados como povo país e nação. “Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais. 1 Tessalonicenses 4:1

 

                  Devemos guardar a tradição dos apóstolos.  “Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segundo a tradição que de nós recebeu. 2 Tessalonicenses 3:6

 

                Devemos guardar a verdadeira religião.  “A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo .Tiago 1:27

 

                Devemos desejar voltar para nossa pátria celestial. “Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais .1 Coríntios 15:48

 

Os cristãos são perseguidos pois não compartilham da cultura do mundo onde estão inseridos.Estamos como peregrinos na terra ansiando por uma terra que nos está preparada desde a fundação do mundo.

 

                      Amados em Cristo, estamos aguardando a redenção de nosso Deus que nos tirará desta  terra de aflições onde impera o príncipe deste século. Deus resgatará uma nação santa um povo escolhido que fala uma línguas diferenciada, que se guarda da contaminação do mundo como fizeram nossos irmão  judeus.

                           Desejo que Jesus crie em teu coração um ardente desejo de ir para a Jerusalém de Deus. 

 

                                                                                    Pb. Nelson Quadros    02/2012

 

Ajude este site a se tornar livro e alcançar muitas vidas  para Cristo , contribua com qualquer valor, é rápido e fácil , clique no link.

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/a-palavra-de-deus-em-livro