A Palavra de Deus Revelada ao homem.

Pedro e o Big Bang!

Pedro e o Big Bang!

nelson quadros

 

                            Existem questões que estão na mente de todo ser humano, desde que ele se concebe como ente vivo e que pensa , que existe.Questões primordiais ex.: Como o mundo surgiu e para onde iremos?


                          Até o momento, a explicação mais aceita sobre a origem do universo entre a comunidade cientifica é baseada na teoria da Grande Explosão, em inglês, Big Bang. Ela apóia-se, em parte, na teoria da relatividade do físico Albert Einstein (1879-1955) e nos estudos dos astrônomos Edwin Hubble (1889-1953) e Milton Humason (1891-1972), os quais demonstraram que o universo não é estático e se encontra em constante expansão, ou seja, as galáxias estão se afastando umas das outras.

                            A teoria  mais aceita , sobre a origem do universo, nos fala que antes do mundo ser criado tínhamos uma nuvem de poeira cósmica, que a certa temperatura e pressão e seguido de uma  grande explosão,houve  a formação do que conhecemos por universo. No  princípio o planeta terra era uma massa sem forma, de elementos que tentavam se organizar.Mesmo a terra já formada ainda não estava como a vemos hoje sendo que se passaram bilhões de anos até que fosse aperfeiçoada. “E a terra era sem forma e vazia”Gn.1
                              O conceito de Fissão Nuclear é a quebra do núcleo de um átomo instável em dois menores e mais leves.A fissão do núcleo raramente ocorre de forma espontânea na natureza, mas pode ser induzida se bombardearmos núcleos pesados com um nêutron, que, ao ser absorvido, torna o núcleo instável.Este é um conceito simples de elementos se desfazendo.
                             A química, como denominada atualmente, começa a ser explorada  com os trabalhos do francês Antoine Lavoisier(1743) e as suas descobertas em relação ao oxigênio com Carl Wilhelm Scheele.

                             Todas estas descobertas só foram possíveis devido a milhares e milhares de dólares investidos em pesquisas e nos mais sofisticados equipamentos. Também os cérebros mais brilhantes da humanidade se empenham em descobrir a origem do mundo, e principalmente para onde vamos.A soma dos esforços da humanidade, em entender a sua origem, tem tornado o homem cada vez mais sábio e evoluído tecnologicamente.

                                Porém, como cristão, creio que Deus criou o mundo e antes que me chamem de alienado vou citar um homem, um pescador do primeiro século. Provavelmente no ano 30 da nossa era quando foi chamado por Jesus para ser seu discípulo era analfabeto.Por ser pescador e ter um sotaque nortista a Bíblia nos dá a entender que este homem era rude, um simples pescador do mar da Galiléia,(que na verdade é um lago de água doce).

                                 Vou  citar um texto da aproximadamente  2.000 anos escrito pelo apóstolo Pedro, um mero pescador do século 1 da nossa era.

                             “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências,E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.
                                       Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.
Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio,
Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios.
Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.
                       O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.
Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade,
Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão.2 Pedro 3:1-12

 

                             Acredita-se que este texto da segunda carta do apóstolo Pedro tenha sido escrito aproximadamente no ano 67 d.C. e aproximadamente 34 anos após a morte de Jesus.Neste momento Pedro já não era mais um pescador mas sim servo de Jesus, que se entregou na cruz mas não está morto, e continua ensinando Pedro sobre o Reino de Deus. Este ex-pescador nos fala de como a terra sofrerá o juízo de Deus.

                       Entendo que  o maior prejuízo sobre a teoria da origem do universo é negar ao criador a origem de tudo que temos.Pedro começa dizendo que nos últimos dias, isto é, nos dias em que vivemos surgiriam homens andando conforme seu entendimento e assim negado à Deus a sua devida parcela de responsabilidade na criação do universo. “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências”

                          Pedro adverte que algumas pessoas começariam a duvidar da volta de Jesus, e que as promessas da Bíblia não se cumpririam.Os primeiros profetas morreram e as coisas permanecem como no início da criação.Pedro está se reportando ao futuro ,“últimos dias”, Deus lhe mostrara que na nossa era as pessoas desacreditariam de Deus, e nos fala que o conceito de criação era vivo entre os judeus do século um.” E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação”

 

                        O apóstolo continua falando sobre o comportamento futuro da humanidade que  voluntariamente as pessoas mesmo sabendo que a palavra de Deus merece crédito a ignoram.A Bíblia diz que a Terra , os continentes foram tirados da água e no meio da água,(oceanos) subsiste .Pedro está remetendo ao Gênesis falando do movimento das placas tectônicas e da formação dos continentes como o vemos hoje.“Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste”. Como Pedro poderia saber isto?

 

                      Pela palavra o mundo foi criado e pela mesma palavra o mundo será julgado. “Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios.”

 

                     Jesus Cristo é a palavra o verbo de Deus. Veja em João o relato da criação por Jesus , o verbo(voz ) de Deus.  “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.Ele estava no princípio com Deus.Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. João 1:1-5

                   Falando de criação o apóstolo nos diz que para Deus o tempo é relativo e os dia da criação como lemos na Bíblia Sagrada são na verdade eras da criação,(um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.) .

 

                     Primeiro Deus revela a forma da terra , “No princípio criou Deus os céus e a terra.E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. Gênesis 1:1-2” A terra era vazia e sem forma como a ciência comprova era uma nuvem de elemento sem forma definida e vazia.

 

                    Agora vamos entrar no campo do Big Bang a na Fusão nuclear.

 

                   Um humilde pescador ,há quase 2000 anos escreveu: “no qual os céus passarão com grande estrondo”A terra terminará como começou e a partir do relato visionário  de Pedro .Só um Deus eterno e criador pode revelar para um homem tão simples, conceitos como estes.Que a terra se desfará em uma grande explosão na qual “os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão”.

                  Os elementos químicos são um conceito da química moderna, mas Pedro afirma que a fissão nuclear ocorrerá com os elementos em uma grande explosão e a certa temperatura “ardendo” se desfarão a terra voltará ao estado original elementos químicos, separados e fundidos  em outros.

 

                   O conceito de universo é passado para Pedro quando diz” e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão,”

 

                      Não me admiro por um simples homem  saber tanto da origem do universo, pois um outro homem guiado pelo mesmo Deus que tudo sabe ,disse: “Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra.Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas.Antes que os montes se houvessem assentado, antes dos outeiros, eu fui gerada.Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem o princípio do pó do mundo. Provérbios 8:23-26”O rei Salomão dirigido pelo conhecimento de Deus nos revela detalhes das coisas antes da criação e descreve o caos dos abismos e o mundo sem forma dos elementos ainda sem forma definida.Antes do princípio do pó do mundo.

 

                        O homem hoje tenta entender  as coisas que Deus faz mas ele revela a quem quer.O que a humanidade levou milênios e bilhões de dólares para descobrir,Deus pode revelar de graça para quem Ele quiser .Mesmo assim todo homem busca entender os caminhos  de Deus do princípio ao fim. “Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim.Eclesiastes 3:11

                            O princípio e o fim são um conceito quase único na palavra de Deus .Ele mesmo disse: “Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.Apocalipse 22:13

 

                             Ainda sobre o princípio e o fim estarem unidos em essência temos: “Que anuncio o fim desde o princípio, e desde a antiguidade as coisas que ainda não sucederam; que digo: O meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade.Isaías 46:10” Deus em sua infinita misericórdia deixa estes relatos para dar veracidade à sua palavra, e hoje ao lermos isto vemos o quanto onisciente é o Senhor.

 

                        Somente ao contemplar a natureza e a criação todo homem poderia crer em Deus , e ninguém está indesculpável diante de Deus pois a  prova de que ele existe é a sua criação.A maior prova da existência de Deus é você estar lendo isto, você é inteligente e capaz de entender o que Deus está te mostrando através de Pedro e Salomão.“Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;Romanos 1:20”Paulo fala antes da invenção do microscópio do mundo invisível ao olho nu que existe em nossa volta.


                     A ciência, de uma forma geral, se baseia em observação de  pistas para entender o que houve, e assim fazem afirmações.O Deus que nós servimos disse: “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.Tiago 1:5”

                      

                       O apóstolo Pedro está anunciando a volta de Jesus, é o fato mais aguardado  pela igreja, e anunciado por Jesus: “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.João 14:3

                        Esta vem ser a mensagem central do ensino de Pedro, esteja pronto para o dia em que aquele mesmo que criou todas as coisas virá para consumar a sua obra.

                       Que Deus, te guie pelo seu Espírito, a um real encontro com Jesus.

 

                                                                                             Dc Nelson Quadros.          11/2011