A Palavra de Deus Revelada ao homem.

O Mordomo Infiel!

O Mordomo Infiel!

                                                               

             

O Mordomo Infiel!

nelson

                                                               

              Este é um estudo sobre a mordomia dos bens  do Senhor, e sobre dois tipos de riquezas ;as terrenas ( ilusórias , injustas) e as celestiais  ( reais e de justiça.)

                O texto base é Lc 19.9 “E eu vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça; para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos.”

Pontos para entender um texto bíblico: 1: A Bíblia explica a Bíblia.

                                                                2: Nunca isole um texto.

 

      Para entendimento completo vou estar analisando, versículo à versículo, o texto do Cap. 16 de Marcos, do 1 ao 9ss.

              

                              Lucas 16 ,1 “E dizia também aos seus discípulos: Havia um certo homem rico, o qual tinha um mordomo; e este foi acusado perante ele de dissipar os seus bens.”  A parábola é contada por Jesus , para os fariseus, seus discípulos e demais  pessoas, que o seguiam para ouvir sua mensagem.  O primeiro elemento é o homem rico, que é Deus .( Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos. Ageu 2:8 ) O mordomo é uma pessoa que Deus abençoou com riquezas terrenas.O acusador é o diabo.

                      Este homem rico foi acusado de dissipar os bens, não significa roubar, mas sim, gastar de forma errada.Compare com a parábola do filho pródigo, o pai que dá a riqueza é Deus, o filho dissipa as riquezas, peca contra os céus, sua entrada no céu está comprometida pelo mau uso da sua riqueza.(Lc 15,11 e subseqüentes)

 

                             Lucas 16 ,2 “E ele, chamando-o, disse-lhe: Que é isto que ouço de ti? Dá contas da tua mordomia, porque já não poderás ser mais meu mordomo”.Dar conta da mordomia é uma figura de juízo final, todos daremos conta do que fizermos em vida, daquilo que Deus nos dá.Compare com a parábola dos Talentos, onde o dono dos talentos ,dinheiro da época, cobra dos mordomos a administração do dinheiro.E quem administrou bem vai para o descanso , e o mau administrador vai para o inferno, onde tem choro e ranger de dentes.No céu seremos mordomos de coisas maiores,no inferno não seremos mais mordomos do Senhor.(Mt 25)

                            Lucas 16 ,3 “E o mordomo disse consigo: Que farei, pois que o meu senhor me tira a mordomia? Cavar, não posso; de mendigar, tenho vergonha”.A pergunta “que farei?” pode ser respondida pelo profeta Daniel em um conselho ao  rei Nabucodonosor (Dn 4,27 “Portanto, ó rei, aceita o meu conselho, e põe fim aos teus pecados, praticando a justiça, e às tuas iniqüidades, usando de misericórdia com os pobres, pois, talvez se prolongue a tua tranqüilidade”).Daniel diz ao rei que tinha muitas riquesas, que não produziam justiça, mas poderia achar a justiça de Deus se as empregasse de forma agradável a Deus.O mordomo nunca tinha trabalhado em trabalhos braçais , logo não podia viver da sua força, e tinha vergonha de mendigar pois era rico.

                               Leia 1Pe 4,8 a 10 Mas, sobretudo, tende ardente caridade  uns para com os outros; porque a caridede cobrirá a multidão de pecados.Sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmurações,Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus

 

                                   Lucas 16 ,4 “Eu sei o que hei de fazer, para que, quando for desapossado da mordomia, me recebam em suas casas”.Desposado da mordomia significa morrer e ser recebido nas suas casas significa ,quando morrer ir para o céu, com os demais justos  .E  Jesus diz “Lc 11,41 Antes dai esmola do que tiverdes, e eis que tudo vos será limpo”, Ensinando aos fariseus, diz que mais do que  rituais de limpeza, a administração das riquezas pode purificar um homem.

                               Lucas 16 5 , 6 e 7 “ E, chamando a si cada um dos devedores do seu senhor, disse ao primeiro: Quanto deves ao meu senhor?E ele respondeu: Cem medidas de azeite. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e assentando-te já, escreve cinqüenta.Disse depois a outro: E tu, quanto deves? E ele respondeu: Cem alqueires de trigo. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e escreve oitenta”.O   mordomo usando de sua posição privilegiada, aliviou as despesas dos que deviam, ou seja tinham falta, ou passavam necessidades.Um homem piedoso pode ajudar um que tem falta de bens ,ou alimento e vestes.Quem faz a um destes pequeninos faz à Deus.(Mt 25.40 E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes).E isto é importante para Deus, no dia do juízo todo que fizer o bem aos pobres será lembrado como quem o faz ao próprio Jesus. Leia o texto completo. Lc 12,33 Vendei o que tendes, e dai esmolas. Fazei para vós bolsas que não se envelheçam; tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói.Novamente vemos a diferença dos tesouros terrenos e tesouros celestiais.

 

                                Lucas 16 ,8 “E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz”.No dia da prestação de contas, vendo que o mordomo se arrependera e mudou a sua vida, ele mudou de atitude , o homem rico elogiou o mordomo.Pela sua generosidade, vemos uma conversão verdadeira.Veja o caso de Zaqueu, que passou de mordomo infiel para homem generoso.( E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. Lucas 19:8)Os filhos deste mundo, são prudentes com os da sua geração ou seja com os mundanos, no trato de negócios entre si.

                             Lucas 16,9 E eu vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça; para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos”.Aqui Jesus , volta a ensinar,cessou a ilustração, e temos um conselho prático, de Jesus  para os fariseus que eram avarentos.Quando vos faltarem é uma figura de morte, tabernáculos eternos é uma clara referencia ao céu.

                              Riquezas da injustiça,não significa que foram adquiridas de forma ilícita ou na prática de injustiça, mas se trata de riquezas humanas, terrenas, materiais, que não produzem justiça.Veja no verso 11.

                  Lucas 16,11  Pois, se nas riquezas injustas não fostes fiéis, quem vos confiará as verdadeiras?”Aqui fica cla                 ro que existem riquezas deste mundo, e  são uma sombra dos riquezas do céu, Deus nos confias riquezas terrenas , naturais,para ver se somos bons mordomos,dignos das riquezas verdadeira, para entender,farei uma comparação: existem riquezas falsas e verdadeira, terrenas e celestiais, do alto e da terra da justiça e da injustiça.Há dois senhores logo duas riquezas, “Não podeis servir a Deus e a Mamom”.

      Lucas 16,14 E os fariseus, que eram avarentos, ouviam todas estas coisas, e zombavam dele”.

Leia este lindo resumo do apóstolo Paulo para Timóteo.

              1 Tm 6,17 -19”Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis;Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna”.

      Logo a seguir no mesmo capítulo e ainda sobre o mesmo assunto temos a narrativa do rico o do mendigo Lázaro. Lc 19 -31.

                     Ao ler este texto, você verá que o rico vestia-se como um rei, e comia muito bem todos os dias,tinha muitos riquezas terrenas, dadas pelo homem mais rico,Deus!Mas o misericórdia de Deus é infinita e o Senhor na sua grande sabedoria colocou uma clara  chance de salvação para o rico.

              Na sua porta , estava o mendigo Lázaro, doente , faminto ,miserável, e bem à vista do rico, ou seja uma grande oportunidade, para este rico , trocar as riquezas da injustiça por  riquezas celestiais.Jesus diz que o rico  já tinha a Lei e os Profetas, para se guiar  a respeito da salvação, e o rico tinha acesso a história de Abraão que era hospitaleiro, tinha acesso a escritos de Davi dizendo “misericórdia quero e não sacrifícios”, tinha acesso a Daniel aconselhando o rei rico a ser generoso.O Lázaro era a mão de Deus estendida para aquele homem.

O pecado do rico não era ser rico, mas sim não ser generoso.

               Devemos aprender com Jesus; o homem mais rico do universo, se fez servo, e humilde, para cumprir com a vontade do Pai. “Filipenses 2 : 8 E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz”

                Lembre do homem louco: Lucas 12,16 – 20 “E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância;E ele arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos.E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens;E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será”?

                  Fica a pergunta de Jesus:O que tens preparado para quem será?Nesta parábola o homem tinha sua alma escondida nas riquezas terrenas , mas Jesus o chama de louco, pois,Deus iria requerer a sua alma que não mais passaria a usar riquezas terrenas mas logo  depois da morte ele precisaria das riquezas celestiais, mas não as estava adquirindo.

                        E o apóstolo Paulo o imitador de Cristo fala :.2Cr 12,14 e15 “Eis aqui estou pronto para pela terceira vez ir ter convosco, e não vos serei pesado, pois que não busco o que é vosso, mas sim a vós: porque não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais para os filhos.Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado”.

               O apóstolo estaria disposto a gastar tudo que tinha e  se gastar pelas almas , e ele ensina que devemos entesourar para nossos filhos espirituais, e não esperar deles o recurso.Ele não se fazia pesado mas sempre contribuía para o reino de Deus pois sabia: “Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. 2 Timóteo 4:8

                  Que Jesus te dê  graça , e sabedoria para administrar suas finanças , a fim gerar lucro para o reino de Deus, e tudo que for terreno que seja posto por degrau para a escalada rumo ao céu.Em cristo está o escape, e toda riqueza terrena seja convertida em bênção, celestial.Tenha certeza que a coroa de justiça te aguarda, se não tiveres por precioso, este mundo.Se tudo que Deus te deu foi teu corpo, entregue-o, para se gastar na busca pelas riquezas da glória vindoura.As riquezas terrenas são para serem convertidas em riquezas celestiais.

              Que Jesus te abençoe, com todas riquezas espirituais, nos lugares celestiais em Cristo Jesus!

DC Nelson Quadros. 2010